fbpx

Motivação x Inspiração x Disciplina: o que é realmente importante na hora de estudar?

Não é novidade que a nossa parte emocional afeta e muito os nossos estudos. Há dias que estamos com a energia alta e conseguimos estudar todo o conteúdo previsto, por outro ládo, há dias que só queremos ficar o dia inteiro deitados dormindo ou assistindo à alguma série.

Mas ainda há confusão do que realmente precisamos ter para manter constância no dia a dia de estudos para, lá na frente, alcançar o nosso objetivo de sermos aprovados(as) no vestibular.

Depois de estudar o tema, ter grandes reflexões internas, e  conversar com muitos alunos e professores, cheguei à conclusão que temos três principais características nessa jornada, e saber reconhcê-las é fundamental para manter uma rotina produtivida e aumentar as nossas chances de aprovação. São elas: motivação, inspiração e disciplina. Sendo que nesse texto vamos focar nas duas primeiras, e em outro momento falaremos da última.

Se pegarmos a etimologia da palavra motivação, ela reflete MOTIVOS para a AÇÃO.

E entender isso é o ponto principal para mim.

Isso porque ficará claro que, quando falamos em motivação, não significa levantar todos os dias altamente energizado(a) e com um grande interesse em estudar conceitos para a prova.

Essa energia alta ou picos de produtividade intensa, mais tem a ver com um outro termo, a inspiração. Há dias que estamos sim energizados e inspirados, mas essa não é a realidade constante de nossas vidas (e talvez um dado te surpreenda: isso acontece com absolutamente 100% das pessoas, então, pls, não se cobre por estar nesse mood todos os dias).

O que precisamos ter clareza é: quais são os motivos que me fazem partir para a ação?

É ter uma melhor condição de vida para mim e para a minha família? É ter condições financeiras para viajar, trabalhar com o que eu gosto, e poder ter uma vida tranquila? É dar orgulho àquelas pessoas que amo? É trabalhar com o que eu gosto e ver o crescimento dos meus filhos? Tente parar alguns minutinhos e pensar sobre isso de maneira um pouco mais profunda.

Seja qual for a sua resposta, é exatamente o fato de ter muito claro o que você quer no futuro que te faz não procrastinar (ou procrastinar menos, no caso) no momento presente.

Aliás, estudos demonstram exatamente isso: quanto mais o eu do futuro estiver claro para o eu do presente, mais você consegue ter disciplina e menos você procrastina. Vamos falar sobre isso com mais detalhes num próximo texto 🙂

E para você, o que acha dessa diferenciação entre motivação e inspiração? Já refletiu sobre quais são os seus motivos que te fazem agir? Ter um nível mínimo de autoconhecimento é o primeiro passo para uma rotina de estudos — e vida como um todo — mais saudável e plena.

Quer receber conteúdos exclusivos para te ajudarem no dia a dia dos seus estudos? Faça parte da nossa lista de transmissão no WhatsApp: inscreva-se aqui.

Maria Emília é estudante de Administração na Link School of Business e Head of People & Learning aqui na Sofista. Além de ser fã nº 1 da série Chuck (não é o boneco assassino!!!), também sempre foi apaixonada por aprender conceitos com profundidade e de maneira prática para a sua vida. Hoje escreve no blog para ajudar mais jovens a terem autoconfiança e disciplina nos seus estudos.

Related Articles

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *